Conheça os vencedores da Prova Top Brangus Embrapa 2021

Compartilhar

1º+colocado+VPJ

Participaram 51 reprodutores de nove criatórios da raça Brangus dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo

O touro BGN0695, da VPJ Pecuária, de Uirapuru (GO), de propriedade do pecuarista Valdomiro Poliselli Junior, foi escolhido o Elite Ouro da segunda edição da Prova Top Brangus 2021, com um índice final de 132,7. O reprodutor, que nasceu em 12 de setembro de 2020 e é filho de VPJ FIV 391 Francesco “Messias”, obteve um ganho médio diário (GMD) de 1,558 quilo e terminou a prova com 407,2 quilos. A média do lote que participou da prova foi de 1,353 quilo de GMD e 380,6 quilos ao final. O teste é feito em parceria com a Associação Brasileira de Brangus (ABB).

Como Elite Prata foi escolhido o touro 1467, da Agrícola Anamélia – Brangus HP, de Martinópolis (SP), de propriedade da Brangus HP. O reprodutor, que nasceu em 14 de agosto de 2020, é filho de Alegria 505-B Malajunta TE. O reprodutor registrou um índice final de 129,5, um ganho médio diário de 1,705 quilo e terminou a avaliação com 421,6 quilos.

Já o Elite Bronze foi o touro BGN0703, também da VPJ Pecuária. O reprodutor, que nasceu em 12 de setembro de 2020, é filho de Suhn’s Business Line 30D26. Ele obteve um ganho médio diário de 1,450 quilo e concluiu o teste com 373,4 quilos. O índice final foi de 127,6.

O diretor secretário da ABB, José Luís Menezes Arbiza, destacou a qualidade dos reprodutores que participaram da segunda edição da Prova Top Brangus 2021. Segundo ele, o destaque principal foi coletivo, com o desempenho do ganho de peso dos 51 touros. “O lote recebeu uma suplementação moderada para conseguir 1,300 quilo por dia, mas teve um ganho de peso de quase 1,400 quilo”, salientou o dirigente.

Dia de campo – O anúncio dos vencedores ocorreu no último domingo, durante uma live no canal do Programa Embrapa Geneplus, com o presidente do Conselho Técnico da ABB, Antônio Carlos Corrêa Osório, e o criador Altair Burlamaqui, da Fazenda Carioca, de Castanhal (PA). Nesta segunda-feira (18/10), das 8h às 12h, foi realizado um dia de campo na Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande (MS), em que foram apresentados todos os animais participantes da prova. A atividade contou com a presença de representantes das centrais, técnicos da ABB e de criadores.

A prova de desempenho, que iniciou em agosto, após os 21 dias de adaptação, contou com a participação de 51 reprodutores de nove criatórios da raça Brangus dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e São Paulo, nascidos de 1º de agosto a 31 de outubro de 2020. O teste consistiu em avaliar os animais e mostrar o desempenho de cada indivíduo, em 11 características, como eficiência alimentar, ultrassonografia por carcaça, peso final, perímetro escrotal, racial, qualidade de pelo, conformação frigorífica, área de olho-de-lombo, marmoreio, umbigo e espessura de gordura subcutânea.

Na primeira avaliação, realizada no primeiro semestre deste ano, participaram 30 reprodutores de sete criatórios da raça Brangus, nascidos de 1º de agosto a 30 de outubro de 2019. Os animais permaneceram por cerca de 80 dias nas instalações da Embrapa Gado de Corte. A atividade teve a fase de adaptação a pasto com suplementação, que durou três semanas, seguida da adaptação em confinamento e, por fim, a prova, durante 56 dias.

leia também

O BRASIL DA CARNE PRIME

O BRASIL DA CARNE PRIME Da genética ao prato dos consumidores mais exigentes, fazendas brasileiras avançam na produção de carnes nobres O mercado de carnes

Leia mais »

Do sonho de revolucionar a pecuária no Brasil nasceu a VPJ Pecuária.

2022 © VPJ Pecuária. Todos os direitos reservados.